Gestação e Nutrição

8 jul

Olá meninas, hoje vamos falar da importância da alimentação na gestação ou quem pretende engravidar. Que cuidados devemos tomar?! Vejam a seguir.

nui1

Em qualquer fase da vida, cuidar da alimentação é essencial para a saúde. Na gestação, a atenção é dobrada, já que os hábitos da mãe influenciam o desenvolvimento do bebê. Uma dieta equilibrada é necessária para o bom crescimento do feto.

nui2

O QUE DEVO COMER?

Veja, abaixo, alguns dos nutrientes fundamentais para você e seu bebê durante a gestação:

Proteínas: é fundamental para a produção das células e dos tecidos novos da mãe e do bebê. Nossa dieta muitas vezes, já contém quantidades excessivas de proteínas. Sendo assim, você já pode estar consumindo esta quantidade proteica adicional. Neste caso, não há necessidade de aumentar a ingestão, pois o excesso pode ser prejudicial.  Alimentos ricos em proteínas: carnes, aves, peixes, ovos, leite e derivados, feijão, ervilhas, grão-de-bico, nozes.

Carboidratos: São muito importantes, pois fornecem as calorias adicionais que a gestante necessita. Se você não consumir as quantidades adequadas de carboidratos, começará a utilizar as proteínas como fonte de energia, e isso não é bom, pois devem ser poupadas para outras funções. Alimentos ricos em carboidratos: pães, cereais, arroz, massas, batata, frutas. Os alimentos ricos em açúcares, como doces e refrigerantes, também contêm carboidrato, mas são muito calóricos e pobres em vitaminas e minerais.

Ácido fólico: é fundamental para a formação do sistema nervoso do feto, na formação do sangue e das células. É possível obter as quantidades necessárias a partir de uma alimentação bem equilibrada. Entretanto, vários estudos reportam ingestão insuficiente em muitas mulheres. Para garantir que a quantidade certa esteja sendo ingerida, e, assim, prevenir malformações, os obstetras recomendam a suplementação. Alimentos ricos em ácido fólico: folhas verdes como espinafre e brócolis, fígado, laranja, batata-doce e abóbora, alimentos integrais e legumes.

Vitamina B12: Também atua na produção sanguínea e na produção de células novas. A deficiência de vitamina B12 é rara, uma vez que ela está presente em todos os alimentos de origem animal. As mulheres que consomem estes alimentos conseguirão facilmente receber as quantidades necessárias. Já as gestantes que consomem dieta vegetariana devem receber suplementação. Alimentos ricos em vitamina B12: carnes, peixes, aves, leite e derivados, ovos.

Cálcio: Este mineral está envolvido na formação de ossos e dentes do bebê. Muitas mulheres, mesmo antes de engravidar, não conseguem ingerir as quantidades suficientes. Por isso, durante a gestação, têm mais chances de apresentar deficiências: numa dieta insuficiente, o feto utilizará as reservas maternas. Alimentos ricos em cálcio: leite e derivados, vegetais como couve, agrião, mostarda e brócolis, sardinha em lata, alguns tipos de feijão, produtos à base de soja como tofu e alimentos fortificados.

Ferro: Faz parte da hemoglobina, substância dos glóbulos vermelhos responsável por transportar oxigênio para todo o corpo. Na gravidez, mais ferro é necessário para a maior produção de hemoglobina. Além disso, a gestante também perderá sangue na hora do parto. Para evitar a deficiência de ferro, anemia e complicações na hora do parto, é importante comer, todos os dias, alimentos ricos em ferro. Muitas mulheres já iniciam a gestação com baixas reservas de ferro. Portanto, além dos alimentos, recomenda-se suplementação durante o segundo e o terceiro trimestre. Alimentos ricos em ferro: carnes, aves, peixes e fígado têm um tipo de ferro que é muito bem absorvido. Já as leguminosas, como feijão, lentilha e grão-de-bico, e as folhas verde-escuras, como espinafre e couve, contêm outro tipo, mais difícil de ser absorvido. Para ajudar a absorção deste ferro, consuma junto alimentos ricos em vitamina C, como frutas e sucos de laranja, limão, goiaba, acerola, caju, maracujá.

nui3

COMENDO POR DOIS? ISSO É VERDADE?

Isso é mito. O ganho de peso correto protege a mãe e traz um crescimento adequado ao bebê. O importante é qualidade dos alimentos para nutrir o bebê corretamente.

As bebidas alcoólicas são totalmente proibidas?
O álcool atinge a corrente sangüínea do bebê tão rápido quanto entra no sangue da mamãe, sendo que o bebê demora duas vezes mais tempo para eliminá-lo do organismo. O consumo diário de dois drinques já é suficiente para trazer graves consequências: aborto espontâneo, nascimento prematuro, baixo peso e complicações no parto. Por tudo isso, os especialistas sugerem que as gestantes fiquem longe das bebidas alcoólicas, já que não existe uma dose segura de bebida nesta fase.

Posso comer alimentos crus?
Na gravidez, a imunidade natural está reduzida, o que torna o organismo predisposto a infecções alimentares que podem ser transmitidas ao bebê. Por isso, retire do cardápio o peixe cru de sushis, carpaccio, quibe cru, ostras, ou mesmo o churrasco mal passado

O QUE FAZER PARA DIMINUIR OS SINTOMAS DE NAUSEAS E VOMITOS?

  •  Consumir Refeições e lanches menores e mais frequentes (além das refeições principais, a fome ou o estômago vazio pode provocar náuseaa).
  • Evitar líquidos 1 a 2h antes e depois de comer.
  • Ingerir quatidades de líquidos ao longo de todo o dia.
  • Evitar odores que provoque aversões e náuseas.
  • Consumir quantidades maiores de proteína (em vez de carboidratos e gorduras); contudo, a ingestão mais volumosa de carboidratos pode ser eficaz em algumas gestantes.
  •  Comer bolachas antes de levantar da cama, se as náuseas ocorrem nas primeiras horas da manha.
  • Experimentar alimentos salgados ou ácidos, porque isto é eficaz em alguma gestantes com náuseas.
  • Evitar alimentos muito condimentados, caso eles agravem as náuseas.

ORIENTAÇÕES NA GRAVIDEZ:

  • Aumente o consumo de fibras (alimentos integrais, frutas e verduras sempre que possíveis cruas e com casca e bagaço).
  • Evite consumir alimentos fritos e/ou ricos em gordura!
  •  De acordo com recomendação, consuma alimentos como abacate (evitar excesso), castanha-do-pará, óleo de canola, linhaça.
  •  Faça as 6 refeições diárias. Não pule nenhuma.
  • Desenvolva o hábito de ler o rótulo dos alimentos e não compre aqueles que contêm açúcar em seus ingredientes e grande quantidade de sódio.
  • Prefira a fruta ao natural aos sucos – assim você também diminui o consumo de açúcar e adoçantes.
  • Procure atingir e manter-se com seu peso ideal.
  • Evite líquido durante as refeições. Tomar 1 hora antes ou 2 horas após.
  • Não consumir bebidas alcoólicas e não fumar.
  • Praticar atividade física de acordo com orientação de seu médico.
  •  Usar ervas aromáticas e temperos frescos, para acentuar o sabor da preparação, favorecendo a diminuição do sal; – Orégano, alecrim e manjericão batidos no liquidificador = sal de ervas, utilize para temperar a comida.
  • Temperar as saladas com azeite de oliva, vinagre e limão;
  • Evitar colocar o saleiro na mesa;
  •  As bebidas com cafeína devem ser consumidas com moderação;
  •  Beber no mínimo 1 litro de água por dia;
  • Dar preferência aos alimentos integrais e a base de soja;
  • SUGESTÃO:farinha de linhaça (1 colher de sobremesa nos sucos e frutas 2 x ao dia.
  • Receita de coquetel laxante: laranja, mamão, ameixa e linhaça.

Então é isso… espero que tenha contribuído com essas pequenas dicas para aquelas que desejam engravidar como as que já estão gravidas.

Beijinhos.

Kênia Oliveira

Anúncios

Uma resposta to “Gestação e Nutrição”

Trackbacks/Pingbacks

  1. Aleitamento Materno e nutrição | - julho 15, 2013

    […] meninas, como na semana passada falamos sobre gestação… essa semana iremos falar sobre a importância do aleitamento materno com […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: