Papo Nutrição: Azeite de oliva

9 set

Olá meninas!!!

Hoje vamos falar desse alimento muito comentado e utilizado por nós. Ouvimos falar bastante nele devido ao seus benefícios… mas ele é bom para que? Quanto devemos comer? Aonde devemos utilizar? Vamos saber tudo isso agora.

c1

DE ONDE VEM?

O azeite é obtido através da prensa das azeitonas e passa posteriormente por 4 fases: lavagem, moagem, prensa fria e centrifugação. O azeite é pobre em ácidos gordos saturados e rico em antioxidantes, como a vitamina E. É desde há muito tempo utilizado no mediterrâneo, sendo hoje reconhecido no mundo inteiro pelas suas propriedades nutritivas e organolépticas (propriedades benéficas ao organismo e que impressionam os sentidos).

PORQUE CONSUMIR?

c2

As gorduras representam 33% do total da energia ingerida diariamente. Para uma alimentação saudável, seria essencial substituir o consumo de gorduras saturadas por monoinsaturadas, como é o caso do azeite – chave para uma saúde melhor. As últimas novidades nutricionais coincidem em assinalar que o uso de azeite de oliva reduz o colesterol e ajuda a prevenir as doenças cardiovasculares. Isso devido ao seu alto teor de ácidos monoinsaturados. Além disso, numerosos pesquisadores, médicos e nutricionistas afirmam que o azeite de oliva é uma fonte rica em vitamina E, que protege contra o câncer e as doenças do coração. Por ser extraído da fruta e especialmente rico em antioxidantes, retarda o processo de envelhecimento celular.

BENEFÍCIOS:

  • Ajuda a prevenir a arteriosclerose e seus riscos;
  • Melhora o funcionamento do estômago e do pâncreas;
  • Digere-se com maior facilidade do que qualquer outra gordura comestível, não tem colesterol e proporciona a mesma caloria dos outros óleos;
  • Acelera as funções metabólicas;
  • Produz efeito protetor e tônico da epiderme;
  • Estimula o crescimento e favorece a absorção de cálcio e a mineralização.

MITOS E VERDADE SOBRE O AZEITE DE OLIVA

c3

Azeite é melhor do que óleo de soja para frituras: mito?
Para frituras, deve-se utilizar óleos predominantemente poli-insaturados, como o de girassol ou milho, que são mais saudáveis que gorduras animais (como banha) e mais baratos do que os monoinsaturados, como o azeite. Esse, além de caro, ao ser esquentado, perde todas as suas propriedades benéficas.

Azeite perde as propriedades ao ser aquecido e se torna gordura ruim: verdade
Toda gordura quando exposta a altas temperaturas sofre oxidação. Portanto, o azeite pode perder suas propriedades se for aquecido em temperaturas elevadas. O ideal é utilizá-lo no fim das preparações.

Azeite é saudável: verdade?
A sua composição é rica em ácidos graxos monoinsaturados (como o ácido oleico) e baixa em saturados, o que favorece o controle do colesterol, equilibrando o colesterol “mau” (LDL) e aumentando o “bom” (HDL). Também fornece ácidos graxos poli-insaturados essenciais, que o organismo humano não pode sintetizar, além de antioxidantes, como os polifenóis, capazes de combater os radicais livres, responsáveis pelo envelhecimento das células.

Posso comer azeite à vontade: mito
Não existe uma recomendação específica para o consumo do azeite, mas sim para o das gorduras como um todo. Mas o consumo deve ser consumido de forma moderada.

Azeite de dendê é tão benéfico quanto o azeite de oliva: mito
O azeite de dendê não é uma boa escolha para cozinhar, pois é rico em gorduras saturadas e altamente calórico. Prefira óleo de girassol, canola, oliva

Azeite extravirgem é melhor: verdade
Para determinar a qualidade do azeite, avalia-se seu grau de acidez: quanto menor for, maior é a pureza. O extravirgem é o mais puro dos azeites, sendo que seu grau de acidez não ultrapassa 1% para cada 100 ml. O tipo virgem chega a 2% e os com grau de acidez maior que 2% passaram por mais etapas de processamento durante sua elaboração.

Ajuda no combate à gordura visceral: verdade
Cientistas de universidades da Europa constataram que voluntários que ingeriam azeite diariamente e em quantidades regulares (no máximo, duas colheres de sopa por dia) apresentaram redução significativa de gordura na região abdominal, que aumenta risco de diabetes tipo 2 e de doenças cardiovasculares.

Vamos consumir o azeite de oliva no nosso dia a dia  de forma moderada e aproveitar tudo que ele tem a nos oferecer!!!!

Beijos

Kênia Oliveira

Anúncios

12 Respostas to “Papo Nutrição: Azeite de oliva”

  1. Marcele S. Santo setembro 9, 2013 às 15:33 #

    Adorei as dicas, adoro azeite e uso sempre 🙂
    Dão sempre um toque especial nas comidinhas, né!?
    Beijocas
    Tô barata, mas tô na moda | Facebook

    • leilanelimas setembro 10, 2013 às 13:09 #

      Oi Marcele, realmente faz toda diferença na comida.
      Adorooo também 🙂
      Bju lindona!

  2. Guêh Rodriguês setembro 9, 2013 às 15:58 #

    Oi linda, tudo bem você ?.. vim conhecer o seu blog, e gostei muito
    é muito fofo, e muito bem organizado, muito legal, parabéns !

    Vim te convidar para conhecer o meu cantinho, se puder é claro.
    Se puder curta minha página no face, desde já agradeço muito pela atenção !

    blog: causandoloucura.blogspot.com.br/
    Face: https://www.facebook.com/causandoloucura

    beijos !

    • leilanelimas setembro 10, 2013 às 13:08 #

      Obrigada linda, fico feliz que tenha curtido o blog 😉
      Volte sempre.
      Super Bju!

  3. Erica olivo setembro 9, 2013 às 16:12 #

    Muito bom! Eu, por exemplo n sabia da parte de esquentar o azeite. Agora, gracas a vc nao vou mais cozinhar com azeite. Obrigada pelo esclarecimento. Bjs

    • leilanelimas setembro 10, 2013 às 13:06 #

      Oii Erica, que bommm 🙂 Nossa nutricionista, Kênia arrasou no post 😉
      Obrigada por curtir o blog Erica.
      Bju e volte sempre!
      🙂

  4. Gabriela Gomes setembro 9, 2013 às 19:50 #

    Bem interessante o post, eu não sabia nem da metade das coisas que você escreveu kk Que linda! Adorei seu blog, realmente muito incrível, tem tudo para fazer o maior sucesso; Curti a fan page, poderia seguir meu blog?
    http://www.espacegirl.com

    • leilanelimas setembro 10, 2013 às 13:05 #

      Oi Gabi, obrigada linda. Fico feliz que o post seja servindo pra vocês
      de verdade.
      Muito obrigada!
      Bju! 😉

  5. Juliana Oliveira setembro 10, 2013 às 09:56 #

    Olá, adorei o seu Blog. Muito lindo! Quando puder passa no meu
    http://www.belezaacessivel.com.br
    Beijinhos.

  6. Larissa Mocellin setembro 10, 2013 às 11:00 #

    Adoooorei o post, mega útil!

    Beijinhos, Lari do bylarissamocellin.com ❤

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: