Tag Archives: saúde

Vantagens de se fazer dieta e atividade física

3 out

Oi meninas, gravei um vídeo super legal com dicas rápidas para vocês curtirem aí uma vida mais saudável e feliz. Vejam 5 Vantagens de se fazer dieta e atividade física. Assistam o vídeo e não deixem de se inscrever no canal do blog no Youtube, muitas dicas legais rolando por lá toda semana. 

Vídeo 😀 Espero que gostem.

IMG_4285editada

Obs: É sempre importante lembrar que antes de iniciar qualquer exercício físico, deve-se passar pelo Médico e em seguida procurar um profissional de Educação Física.

Se inscreva no canal do blog e aproveite as dicas. 

Beijos!

O pão integral que você come é mesmo integral?

16 set

Olá meninas, hoje vamos falar sobre o pão integral, com certeza você já ouviu falar que comer pão integral faz bem para a saúde. Mas como saber se o pão que você compra por aí é realmente integral? Vamos saber agora!

Imagem1p1

Diferenças básicas entre pão branco e integral.

A diferença principal está no tipo de farinha de trigo utilizada na fabricação do pão. O integral é feito geralmente com uma mistura de farinha integral (40-70%) e farinha branca, enquanto o pão branco é feito apenas com a farinha resultante do grão de trigo polido, processo onde a indústria retira o germe do trigo e a película que reveste o grão. Esse processo é feito para a farinha ter mais tempo de vida de prateleira, isso é, demora mais para estragar.

Porque o pão integral é melhor para a saúde?

Imagem1p2

O pão integral tem na sua composição vitaminas e minerais importantes para o funcionamento do nosso organismo, como a Vitamina B1 que é importante para nutrir as células dos músculos e do sistema nervoso; a Vitamina B2 que é muito importante para o desenvolvimento e renovação das células; a Vitamina E, que está presente no germe do trigo, e é um nutriente importante no retardamento do envelhecimento celular. O trigo integral ainda contém minerais como o cálcio, o magnésio e outros. Outro ponto importante é a riqueza de fibras, que vai ajudar no funcionamento intestinal e na eliminação de resíduos de gordura da digestão presentes no intestino.

O pão integral tem um tempo de liberação das moléculas de açúcar de forma mais lenta, o que chamamos de baixo índice glicêmico. Isso é bom para os diabéticos, para evitar picos de elevação da glicemia após a ingestão do pão branco.

Como saber se o pão é integral de verdade?

Imagem1p3

Temos que ter atenção ao escolher o pãozinho, pois com a variedade enorme que temos nos supermercados, boas escolhas garantem melhores resultados. Muito já se falou que os pães integrais não têm nada de integrais. Essa afirmação não está correta, mas têm um grande fundo de verdade.

Então vamos lá! Um bom pão integral, primeiramente deve ser rico em fibras. Essa é a grande diferença da farinha branca para a integral. Na farinha branca  (também chamada refinada) os grãos de trigo são moídos e ficam bem fininhos, enquanto que na farinha integral os grãos são mais preservados e suas fibras também.  Quanto mais refinada a farinha de trigo, menos fibras ela tem.

E olhem esse outro dado importante que não podemos deixar passar! Segundo a Anvisa, os ingredientes do alimento aparecem na ordem decrescente de quantidade. Portanto, se procuramos um item realmente integral, o primeiro ingrediente deve ser a farinha integral (trigo, centeio ou outra). Consequentemente ele terá mais fibras na sua composição

Existem muitos tipos de pães fabricados apenas com a adição de uma porção de farelo de trigo, o que vai enriquecer o pão com as fibras, mas o pão fica sem a presença do germe do trigo. Então para ser considerado integral, o pão tem que ter a presença de todos os componentes do grão de trigo original, que é a película mais o germe do trigo.

O ideal é que toda embalagem tivesse o rótulo com a composição dos ingredientes que foram utilizados na sua composição. Se tiver apenas a adição de farelo, não dá para ser considerado pão integral, mas sim pão enriquecido com fibra.

Então é isso meninas, ATENÇÃO na hora de escolher o nosso pão integral!

Kênia Oliveira – Nutricionista

Ranking dos exercícios que gastam mais calorias

31 jul

Oi meninas, exercício físico é ótimo para a saúde, além de ser um super aliado para perda de peso e manter o corpinho em forma 😉  Essa parte, todo mundo adora 😀 Então, pensando nisso, em unir sua dieta com a prática certa para perder peso, pesquisei uma lista com as atividades que mais queimam calorias. O que é super importante lembrar é de escolher a atividade que realmente você curte e gosta de verdade. Não escolha aquela que sua amiga faz por que é mais intensa e perde mais calorias. A escolha errada pode fazer você arranjar desculpas para faltar e assim sua prática pode durar apenas dias! 

Então, faça a escolha certa. Se ainda não sabe o que gosta, faça aulas experimentais. Assim, você pode conhecer para depois escolher 😉 

Confiram o ranking dos exercícios físicos que mais queimam calorias e bora praticar!

1- CORRIDA

Sim, o pódio é dela: a corrida como sempre é mais querida. É possível com 1 hora de prática gastar umas 900 calorias. Descobriram porque ela é sempre a mais querida né? rs.

e1

2- ANDAR DE BIKE

Sair por aí, pedalando, sentindo aquele vendo batendo no rosto é possível eliminar 840 calorias do corpo.

e2

3. TÊNIS

Tênis é um esporte super completo: precisa de força para arremessar a bolinha e bastante fôlego para se deslocar na quadra atrás da bola. Mas com todo esseesforço é possível perder de 800 calorias em uma partida de 1 hora.

e3

4. FUTEBOL

Mulherada, que tal jogar uma bolinha? Com essa pratica é possível eliminar 780 calorias!

5. BOXE

Coloque as luvas e vamos à luta! Treinando boxe, você queima até 660 calorias e ainda define os braços.

e4

6. MUSCULAÇÃO

Sim, malhando você perde também! Pode ser em casa, com pesinhos, ou na academia. Para cada hora de treino, você pode perder, em média, 500 calorias.

e5

7. REMAR

Apesar de ser uma prática um pouco difícil de se achar é possível perder bastantes calorias. Em 1 hora eliminam 600 calorias do corpo.

8. NATAÇÃO

1 hora se refrescando e nadando queima nada menos que 540 calorias.

e6

9. BASQUETE

Não precisa ser nenhum craque do NBA, mas dar uma corridinha para um e outro lado da quadra e tentar jogar a bola na cesta pode te fazer eliminar umas 480 calorias.

10. VÔLEI

Quem pensa que no vôlei é possível perder pouco, se enganou. 1 hora de vôlei elimina-se 420 calorias.

e7

Agora meninas, é só escolher a que mais vocês curtem e se mexer!

Obs: É sempre importante lembrar que antes de iniciar qualquer exercício físico, deve-se passar pelo Médico e em seguida procurar um profissional de Educação Física.

Se inscrevam no canal do blog no youtube, dicas e diversão por lá também. 

Beijos!

Dança: seus benefícios ao corpo

18 jul

Oi meninas, quem curte dançar?? A dança além de ser um ótimo refugio para distraí a mente é uma opção para quem deseja perder algumas calorias e ficar mais feliz. Dança que antes era praticada por muito apenas por hobby, de uns tempos pra cá é super procurada para quem deseja se exercitar. A música, tem tudo a ver com exercício, uma boa prática sempre tem que ter uma boa música animada para embalar a disposição e incentivar o exercício, fazendo com que o treino renda bem mais. Além de determinar a intensidade da prática. 

Estudo realizado na Escola de Medicina de Harvard, nos Estados Unidos, mostrou que malhar ouvindo música acelera o metabolismo dos lipídeos e a remoção do ácido lático (responsável pelas dores musculares), mais do que em silêncio. Ah! Aproveitem a playlist para os exercícios físicos e renda 10x mais no treino! Então, a dança além de ser um exercício super gostoso, não custa nada entrar no embalo da música e aproveitar seus efeitos positivos e sair dançando por aí!

dan2

  • Distrai a mente

Bom meninas, como falei, a mente é uma prática super aliada a estímulos, um deles é a estimulação do hipocampo, área do cérebro responsável pela memória. Já que dançar requer, atenção, concentração para processamento das coreografias, além de coordenação para realizar os movimentos. De acordo com pesquisas, dançar regularmente aumenta em 15% o número de células no hipocampo e reduz o risco de demência, doença comum do envelhecimento. “A prática ainda melhora a oxigenação do cérebro e a conexão entre os neurônios” (SMBEE).

  • Aumenta a socialização

Dançar proporciona uma grande socialização, já que é um exercício que tem bastante interação entre os alunos, isso faz com que aumente a autoestima, a disposição, diminuindo o stress, cansaço e a timidez. Além de tudo isso, aprender a dançar é ótimo e melhor ainda quando colocamos as lições em prática em festas e baladas. Adoro! 

dan

  • Sem vergonha pra dançar

Não pense você que só faz aula de dança quem sabe dançar. Muito pelo contrário, academias, estúdios entre outros lugares oferecem aula de dança para iniciantes, para alunos de todos os perfis e idades. Gente, a dança é algo contagiante, gostoso e alegre. Não fique apreensiva em começar, todo mundo vai na mesma vibração e ninguém fica prestando atenção se você saio ou não do ritmo. Arrisquem-se!

da3

  • Perdendo calorias

Você dança, se diverte, fica alegre, conhece gente nova e ainda perde calorias. Os movimentos são constantes, queima calorias e ainda fortalece os músculos, melhora a força e o condicionamento físico, trabalhando a mobilidade das articulação. Um estudo da Universidade Sheffield Hallam, na Inglaterra, confirma: exercícios sincronizados com a música têm maior consumo de oxigênio – e, consequentemente, de calorias.

  • Corpo saudável

A dançar deixa o corpo mais solto, os movimentos fluidos e a postura mais bonita e isso tudo dá para perceber no dia a dia, fora da sala de aula!  Com tantas vantagens, o melhor negócio é mexer o corpo no ritmo da sua música preferida. Se joguem na dança! 😉

dan1

Entre no ritmo

Veja quantas calorias você vai queimar em 30 minutos mexendo o corpo em alguns estilos de dança

Sh’bam/zumba: 250 cal
Samba rock: 255 cal
Forró universitário: 236 cal
Samba de gafieira: 236 cal
Street dance: 175 cal
Dança do ventre: 175 cal
Balé: 173 cal
Dança de salão: 144 cal
Dançar na balada: 100 cal

Vamos dançar galera?? Espero que tenham curtido as dicas saudáveis.

Obs: É sempre importante lembrar que antes de iniciar qualquer exercício físico, deve-se passar pelo Médico e em seguida procurar um profissional de Educação Física.

Mexam-se!

Beijos!

Aleitamento Materno e nutrição

15 jul

Olá meninas, como na semana passada falamos sobre gestação… essa semana iremos falar sobre a importância do aleitamento materno com nutrição.

BB1

Amamentar os bebês imediatamente após o nascimento pode reduzir consideravelmente a mortalidade neonatal aquela que acontece até o 28º dia de vida nos países em desenvolvimento. No Brasil, do total de mortes de crianças com menos de 1 ano, 65,6% ocorrem no período neonatal e 49,4% na primeira semana de vida. O aleitamento materno na primeira hora de vida é importante tanto para o bebê quanto para a mãe, pois, auxilia nas contrações uterinas, diminuindo o risco de hemorragia. E, além das questões de saúde, a amamentação fortalece o vínculo afetivo entre mãe e filho. Bebês que são amamentados ficam menos doentes e são mais bem nutridos do que aqueles que ingerem qualquer outro tipo de alimento.

BB2

QUAL IMPORTANCIA?

O Leite materno é a alimentação ideal para o bebê porque do ponto de vista nutricional traz a quantidade de vitaminas, sais minerais, proteínas, gorduras, calorias… mais exata para o desenvolvimento inicial e futuro do organismo humano, já sendo comprovado que previne obesidade, diabete e hipertensão arterial na vida adulta. Possui benefícios imunológicos, pois contêm anticorpos que protegem as crianças contra várias infecções, além de outras proteínas, células e enzimas protetoras, que previnem doenças como infecção de ouvido (otite), infecções respiratórias em geral, infecções urinárias e diarréia e diminuem também o risco das doenças alérgicas. No caso de famílias com histórico de atopias (alergias), enfatiza-se a importância de os lactentes não desmamaremantes dos 6 meses de idade, sendo protetor também a manutenção do aleitamento materno até (pelo menos) 1 ano de idade, adiando-se a introdução do leite de vaca.

ATÉ QUANDO AMAMENTAR?

Recomenda-se o ALEITAMENTO MATERNO EXCLUSIVO até os 6 meses de idade. Os bebês até os seis meses não precisam de chás, sucos, outros leites, nem mesmo de água. Após essa idade, deverá ser dada alimentação complementar apropriada, mas a amamentação deve continuar até o segundo ano de vida da criança ou mais. Além de ser A MELHOR E MAIS COMPLETA alimentação para um bebê, até os 6 meses de idade, possuindo tudo que ele precisa para crescer forte, saudável e bonito, a amamentação possui benefícios para a mãe também, como o fortalecimento do vínculo entre ela e o seu filho, a ajuda para perder peso após o parto, a melhora da estética da mama e até a prevenção do câncer de mama e de ovário, entre outros.

COMO AMAMENTAR?

BB3

Para uma boa e eficiente amamentação deve haver uma boa “pega” do seio materno e para isso, uma posição confortável e relaxada da mãe. O bebê deve estar com roupas adequadas, de preferência com braços e pernas livres, com corpo voltado p/ mãe e cabeça alinhada com o corpo. As mamas devem estar expostas e a mãe deve segurar a mama em forma de “C” (dedo polegar na parte superior e os outros 4 dedos na inferior), com cuidado para deixar a aréola livre e para não fazer forma de tesoura. A mãe deve estimular o bebê a pegar o seio, tocando o mamilo nos cantos do seu lábio inferior, ele por reflexo abre a boca e abaixa a língua, ao pegar a aréola ele acaba sugando reflexamente.

Para verificar a boa “pega”, observar se:

  • A aréola foi em grande parte ou, quase toda, abocanhada (Não deixar o bebê pegar só o mamilo, pois machuca    o seio materno e não sai leite! O leite está “guardado” na aréola !)
  • O queixo está tocando o seio;
  • A boca está bem aberta;
  • O lábio inferior está voltado para fora;
  • A aréola está mais visível acima da boca do que a baixo.

DÚVIDAS FREQUENTES

  • Não existe leite materno ” fraco”?

     A composição do leite muda de acordo com a fase da amamentação e, por isso, o leite materno tem aparências diferentes ao longo do tempo. Nos primeiros dias é chamado de colostro, sai em pequena quantidade e quase transparente. Nesses primeiros dias é normal o RN perder um pouco de peso, ele perde principalmente edema (“inchaço”), mesmo que não tenha nascido com aparência de inchado. Depois do colostro o leite, a cada mamada, sai inicialmente mais branco e “aguado” (sendo nesse momento, mais rico em anticorpos e proteínas, sendo chamado de 1o. leite) e no final, mais amarelado e espesso (sendo chamado de leite posterior, ou 2o. leite, mais rico em gorduras), mas ambos são igualmente importantes e complementares, para uma boa e completa mamada! Dessa maneira, comece em uma mama e quando sentir que ela esvaziou, passe para a outra, uma mamada completa exige que o bebê mame em ambas mamas, para isso, não  deixe o bebê dormir, mexa com ele, converse…, depois, na próxima mamada comece pela mama em que o bebê terminou na mamada anterior, que estará mais cheia.

  • De acordo com os alimentos que a mãe come, o leite materno pode dar cólicas no RN?

 A qualidade da alimentação materna deve visar a sua saúde e o seu bem estar, sendo, o leite materno, conseqüência. É claro que os exageros devem ser evitados, bem como as bebidas alcoólicas e o tabagismo. Em geral, não se recomenda que a mãe evite determinados alimentos, mas se a mãe nota que sempre que come determinado alimento o bebê fica mais incomodado, seria interessante evitá-lo ou substituí-lo, se possível…

  • Posso dar chá para o meu bebê? Os chás passam as cólicas?!

A resposta é NÃO!!! O chá (seja qual for) é água adocicada, com sabor! Com quase zero calorias, sem proteínas, sem lipídeos, sem anticorpos,… e que ocupam espaço no estômago da criança, que mamará menos por isso! Dessa maneira, não se deve dar chás para os bebês que estão em aleitamento materno, nem para os que estão com outros leites. Além disso, não é verdade que passam as cólicas !!! Podem é causar mais, uma vez que o organismo do bebê não está preparado para receber esta água com açúcar e erva.

Então é isso meninas, espero que de alguma forma essas dicas e orientações possam ter contribuído de alguma forma para esse momento tão importante na vida de nós mulheres. Beijinhos!!!!

Kênia Oliveira.

Caminhada: prevenindo doenças

10 jul

Oi meninas, atualmente sabemos que o melhor que devemos fazer para cuidar da saúde é praticar exercícios físicos né? E não pensem que tem que ser musculação, boxe ou práticas assim mais procuradas. O negócio é não ficar parado, se mexer mesmo que a  prática escolhida seja uma simples caminhada de pelo menos três vezes (3x) na semana. Um exercício simples e fácil de fazer não exige nenhuma habilidade especifica, só andar! E apesar da simplicidade do exercício, traz diversos benefícios à saúde.

cam2

Na pesquisa publicada na revista Frontiers in Aging Neuroscience, os especialistas comprovaram que aqueles que faziam caminhadas regularmente tiveram muitos benefícios, comparados aos sedentários. Não apenas fisicamente, mas em relação a sua função cerebral. As melhorias acontecem na memória, atenção e em diversos outros processos cognitivos, de acordo com o estudo.

cam1 

Diversas pesquisas já comprovaram que a caminha previne doenças e são ótimas para o corpo. A diabetes é uma doença bastante presente no Brasil. E sua prevenção é de extrema importante. É possível prevenir adotando hábitos saudáveis, como caminhar, alimentação equilibrada, cuidado com o peso e prática de exercícios físicos são pontos para prevenção da doença. Fiquem ligadinhas nas dicas de Papo Fitness por aqui e fuja do sedentarismo. 

MEXAM-SE!

Obs: É sempre importante lembrar que antes de iniciar qualquer exercício físico, deve-se passar pelo Médico e em seguida procurar um profissional de Educação Física.

Beijos!

DIETA – Um mês!

9 jul

Oi meninas, finalmente fechei um mês de dieta! Uhuuu, felicidade gigante por ter chegado até aqui! Já deveria ter ter feito esse post, até por já fechei um mês a dias, só que devido a correria, férias, fotos e tudo mais, acabei atrasando, mas está valendo 😀

UMMESeditada

Preparei um vídeo contando um pouco de tudo desse primeiro mês, vamos assistir?? Não se esqueçam de se INSCREVER no canal do blog e CURTIR o vídeo, vão me deixar muito feliz! ASSISTAM O VÍDEO 😀

Confiram a quantidade de gordura que representa os meus – 3 kg. 

gordura

Peso inicial: 66,70 >>> Peso final (um mês depois): 63,70

foto (3)

IMG_1175Imagem12 - Cópia

MENOS 3KG, ÊBA! ALEGRIA!!! Obrigada Kênia Oliveira por essa parceria que está dando mais do que certo. Obrigada meninas, que acompanham o blog e incentivam. Booooora perder mais peso, pois é preciso :p 😀 HAHAHA

Em breve o meu segundo mês, aguardem! Continuem me acompanhando.

Beijos!

Gestação e Nutrição

8 jul

Olá meninas, hoje vamos falar da importância da alimentação na gestação ou quem pretende engravidar. Que cuidados devemos tomar?! Vejam a seguir.

nui1

Em qualquer fase da vida, cuidar da alimentação é essencial para a saúde. Na gestação, a atenção é dobrada, já que os hábitos da mãe influenciam o desenvolvimento do bebê. Uma dieta equilibrada é necessária para o bom crescimento do feto.

nui2

O QUE DEVO COMER?

Veja, abaixo, alguns dos nutrientes fundamentais para você e seu bebê durante a gestação:

Proteínas: é fundamental para a produção das células e dos tecidos novos da mãe e do bebê. Nossa dieta muitas vezes, já contém quantidades excessivas de proteínas. Sendo assim, você já pode estar consumindo esta quantidade proteica adicional. Neste caso, não há necessidade de aumentar a ingestão, pois o excesso pode ser prejudicial.  Alimentos ricos em proteínas: carnes, aves, peixes, ovos, leite e derivados, feijão, ervilhas, grão-de-bico, nozes.

Carboidratos: São muito importantes, pois fornecem as calorias adicionais que a gestante necessita. Se você não consumir as quantidades adequadas de carboidratos, começará a utilizar as proteínas como fonte de energia, e isso não é bom, pois devem ser poupadas para outras funções. Alimentos ricos em carboidratos: pães, cereais, arroz, massas, batata, frutas. Os alimentos ricos em açúcares, como doces e refrigerantes, também contêm carboidrato, mas são muito calóricos e pobres em vitaminas e minerais.

Ácido fólico: é fundamental para a formação do sistema nervoso do feto, na formação do sangue e das células. É possível obter as quantidades necessárias a partir de uma alimentação bem equilibrada. Entretanto, vários estudos reportam ingestão insuficiente em muitas mulheres. Para garantir que a quantidade certa esteja sendo ingerida, e, assim, prevenir malformações, os obstetras recomendam a suplementação. Alimentos ricos em ácido fólico: folhas verdes como espinafre e brócolis, fígado, laranja, batata-doce e abóbora, alimentos integrais e legumes.

Vitamina B12: Também atua na produção sanguínea e na produção de células novas. A deficiência de vitamina B12 é rara, uma vez que ela está presente em todos os alimentos de origem animal. As mulheres que consomem estes alimentos conseguirão facilmente receber as quantidades necessárias. Já as gestantes que consomem dieta vegetariana devem receber suplementação. Alimentos ricos em vitamina B12: carnes, peixes, aves, leite e derivados, ovos.

Cálcio: Este mineral está envolvido na formação de ossos e dentes do bebê. Muitas mulheres, mesmo antes de engravidar, não conseguem ingerir as quantidades suficientes. Por isso, durante a gestação, têm mais chances de apresentar deficiências: numa dieta insuficiente, o feto utilizará as reservas maternas. Alimentos ricos em cálcio: leite e derivados, vegetais como couve, agrião, mostarda e brócolis, sardinha em lata, alguns tipos de feijão, produtos à base de soja como tofu e alimentos fortificados.

Ferro: Faz parte da hemoglobina, substância dos glóbulos vermelhos responsável por transportar oxigênio para todo o corpo. Na gravidez, mais ferro é necessário para a maior produção de hemoglobina. Além disso, a gestante também perderá sangue na hora do parto. Para evitar a deficiência de ferro, anemia e complicações na hora do parto, é importante comer, todos os dias, alimentos ricos em ferro. Muitas mulheres já iniciam a gestação com baixas reservas de ferro. Portanto, além dos alimentos, recomenda-se suplementação durante o segundo e o terceiro trimestre. Alimentos ricos em ferro: carnes, aves, peixes e fígado têm um tipo de ferro que é muito bem absorvido. Já as leguminosas, como feijão, lentilha e grão-de-bico, e as folhas verde-escuras, como espinafre e couve, contêm outro tipo, mais difícil de ser absorvido. Para ajudar a absorção deste ferro, consuma junto alimentos ricos em vitamina C, como frutas e sucos de laranja, limão, goiaba, acerola, caju, maracujá.

nui3

COMENDO POR DOIS? ISSO É VERDADE?

Isso é mito. O ganho de peso correto protege a mãe e traz um crescimento adequado ao bebê. O importante é qualidade dos alimentos para nutrir o bebê corretamente.

As bebidas alcoólicas são totalmente proibidas?
O álcool atinge a corrente sangüínea do bebê tão rápido quanto entra no sangue da mamãe, sendo que o bebê demora duas vezes mais tempo para eliminá-lo do organismo. O consumo diário de dois drinques já é suficiente para trazer graves consequências: aborto espontâneo, nascimento prematuro, baixo peso e complicações no parto. Por tudo isso, os especialistas sugerem que as gestantes fiquem longe das bebidas alcoólicas, já que não existe uma dose segura de bebida nesta fase.

Posso comer alimentos crus?
Na gravidez, a imunidade natural está reduzida, o que torna o organismo predisposto a infecções alimentares que podem ser transmitidas ao bebê. Por isso, retire do cardápio o peixe cru de sushis, carpaccio, quibe cru, ostras, ou mesmo o churrasco mal passado

O QUE FAZER PARA DIMINUIR OS SINTOMAS DE NAUSEAS E VOMITOS?

  •  Consumir Refeições e lanches menores e mais frequentes (além das refeições principais, a fome ou o estômago vazio pode provocar náuseaa).
  • Evitar líquidos 1 a 2h antes e depois de comer.
  • Ingerir quatidades de líquidos ao longo de todo o dia.
  • Evitar odores que provoque aversões e náuseas.
  • Consumir quantidades maiores de proteína (em vez de carboidratos e gorduras); contudo, a ingestão mais volumosa de carboidratos pode ser eficaz em algumas gestantes.
  •  Comer bolachas antes de levantar da cama, se as náuseas ocorrem nas primeiras horas da manha.
  • Experimentar alimentos salgados ou ácidos, porque isto é eficaz em alguma gestantes com náuseas.
  • Evitar alimentos muito condimentados, caso eles agravem as náuseas.

ORIENTAÇÕES NA GRAVIDEZ:

  • Aumente o consumo de fibras (alimentos integrais, frutas e verduras sempre que possíveis cruas e com casca e bagaço).
  • Evite consumir alimentos fritos e/ou ricos em gordura!
  •  De acordo com recomendação, consuma alimentos como abacate (evitar excesso), castanha-do-pará, óleo de canola, linhaça.
  •  Faça as 6 refeições diárias. Não pule nenhuma.
  • Desenvolva o hábito de ler o rótulo dos alimentos e não compre aqueles que contêm açúcar em seus ingredientes e grande quantidade de sódio.
  • Prefira a fruta ao natural aos sucos – assim você também diminui o consumo de açúcar e adoçantes.
  • Procure atingir e manter-se com seu peso ideal.
  • Evite líquido durante as refeições. Tomar 1 hora antes ou 2 horas após.
  • Não consumir bebidas alcoólicas e não fumar.
  • Praticar atividade física de acordo com orientação de seu médico.
  •  Usar ervas aromáticas e temperos frescos, para acentuar o sabor da preparação, favorecendo a diminuição do sal; – Orégano, alecrim e manjericão batidos no liquidificador = sal de ervas, utilize para temperar a comida.
  • Temperar as saladas com azeite de oliva, vinagre e limão;
  • Evitar colocar o saleiro na mesa;
  •  As bebidas com cafeína devem ser consumidas com moderação;
  •  Beber no mínimo 1 litro de água por dia;
  • Dar preferência aos alimentos integrais e a base de soja;
  • SUGESTÃO:farinha de linhaça (1 colher de sobremesa nos sucos e frutas 2 x ao dia.
  • Receita de coquetel laxante: laranja, mamão, ameixa e linhaça.

Então é isso… espero que tenha contribuído com essas pequenas dicas para aquelas que desejam engravidar como as que já estão gravidas.

Beijinhos.

Kênia Oliveira

Músicas para atividade física

3 jul

Oi meninas, para quem faz exercício físico sabe que não existe uma boa prática sem uma boa música animada no fundo para fazer toda diferença na disposição.  Eu mesma não dispenso uma animadíssima trilha sonora para minhas corridas diárias e super recomendo. Como já falei por aqui, a música além dar mais disposição na hora da prática, faz com que você não desanime e nem disperse na academia com conversas paralelas. Ahh além de ser uma ótima aliada também para quem está sem companhia nos exercícios físicos.  

música

“De acordo com um estudo feito pelo professor de educação física, Marcelo Bigliassi, publicado na Revista Brasileira de Psicologia do Esporte, mostrou que a playlist que você escuta enquanto pratica exercícios pode ser fundamental para acelerar os resultados. Enquanto você malha, corre ou caminha e ouve uma canção que te agrada, a concentração momentânea desvia a atenção das dores ou do cansaço, motivando a atividade.” (Revista Brasileira de Psicologia).

Agora não tem mais desculpa, aproveitem essa seleção de hits que andam fazendo sucesso no momento e dê um Up total nos seus exercícios.

1. Don’t You Worry Child (Swedish House Mafia).
2. Somebody That I Used To Know (Gotye).
3. Feel So Close (Calvin Harris).
4. I Follow Rivers (Lykke Li).
5. Sweet Dreams (Eurythmics).
6. Titanium (David Guetta).
7. Seven Nation Army (Bingo Players).
8. Mas Que Nada (Jorge Bem Jor).
9. Glad Your Came (The Wanted).
10. Ode To Oi (TJR).
11. Fade Into Darkness (Avicii).
12. We Found Love (Rihanna feat. Calvin Harris).
13. Calling Lose My Mind (Sebastian Ingrosso & Alesso Ryan Tedder).
14. Call Me a Spaceman feat. Mitch Crown (Hardwell).
15. Spectrum (Zedd).
16. Reason (Nervo).

Dê play na música e na sua saúde!

música1

Obs: É sempre importante lembrar que antes de iniciar qualquer exercício físico, deve-se passar pelo Médico e em seguida procurar um profissional de Educação Física.

Mexam-se!

Beijos!

Perdendo calorias no spinning

26 jun

Oi meninas, hoje o papo doce é sobre spinning. Quem já fez spinning sabe da loucura que é uma aula. Além de ser super puxada é cheia de desafios e bem empolgante. Eu adoro! Além de ser uma ótima prática, é possível perder alguns quilinhos e melhorar o condicionamento físico. Detona calorias! (opa essa parte a mulherada adora né?! haha.) O conjunto da prática do spinning faz ser uma exercício bastante procurado nas academias, galera motivada a pedalar com vontade, uma música boa e animada faz seus praticantes se empolgarem. Tudo isso contribui para essa prática ser apaixonante! 

sin1

O  indoor – como também é conhecido – foi criado nos Estados Unidos, em 1995, pelo ciclista sul-africano Johnny G. Desde então, virou sucesso total. É uma prática que não necessita de nenhuma habilidade específica. É só ter disposição, sentar e pedalar. Além de emagrecer, ele enrijece as pernas e glúteo, melhora a postura, já que o abdômen também se fortalece para sustentar o corpo na postura correta e ameniza o estresse. 

TURBINANDO SUA PRÁTICA

  • Usar frequencímetro

O frequencímetro é um ótimo aliado na atividade física. Ele serve para monitorar a freqüência cardíaca durante a prática e assim fica mais fácil queimar gordura, já que o equipamento mostra se você está abaixo ou acima da chamada zona alvo. Algumas mulheres fazem spinning com o objetivo de emagrecer e não conseguem perder peso porque pedalam numa freqüência muito baixa, não conseguindo atingir a zona de treinamento para queimar gordura que é o objetivo.

sin5

  •  Calçar sapatilha

A bicicleta de spinning tem um firma-pé para prender o tênis. É indicado usar uma sapatilha especial, a mesma utilizada por ciclistas profissionais (à venda em lojas de artigos esportivos), isso fará com que a prática melhore muito, além de ficar mais confortável. Quando se faz a aula usando um tênis, que tem a sola mais macia, a tendência é forçar o arco do pé. Isso pode causar desconforto ou até uma inflamação. Cuidado!

sin6

  • Respeitar o cronograma das aulas e o seu corpo

As aulas seguem normalmente uma periodização onde o professor programa-a de acordo com alguns pontos. Por exemplo: Têm as sessões de montanha, em que faz bastante força para trabalhar os músculos das pernas; as sessões endurance, que tem o objetivo de perda de gordura; além dos treinos intervalados, para ganhar fôlego e melhorar o condicionamento físico. Ou seja: as aulas não são sempre as mesmas. É possível pedalar todo dia em intensidades diferentes sem ultrapassar o limite do seu corpo.

sin3

  • Utilizar banco de gel ou bermuda acolchoada

Como a prática exige pedala sentada em vários momentos da aula, o bumbum costuma doer. Afinal, o banco da bike de spinning é bem estreito. Uma capinha de gel que encaixa no banco ou uma bermuda com proteção extra no bumbum são dois recursos que proporcionam mais conforto durante as pedaladas. 

sin4

  • Hidratar o organismo

Uma garrafinha com água NÃO PODE FALTAR! Além de contribuir para manter um bom rendimento,  faz bem ao corpo.

  •  Manter uma toalha por perto

É importante não esquecer da toalhinha, por ser uma prática de grande intensidade, acaba havendo grande transpiração. E para evitar que as mãos escorregarem do guidão durante a aula, é bom levar. 

sin7

LESÕES VERSUS SPINNING

Muita gente considera o spinning uma prática perigosa, que sobrecarrega os joelhos. No entanto, posicionando-se corretamente na bike antes de começar não terá problema nenhum futuro.

Confiram os passos para regular seu banco na medida certa.

1. Altura do banco
Antes de subir, fique ao lado do banco e ajuste-o na altura do osso do quadril. Ao sentar na bike, o seu joelho ficará um pouco flexionado quando o pedal estiver embaixo.

2. Distância do banco para o guidão
É a medida do seu antebraço, do cotovelo até a mão fechada. Para conferir, ao sentar, o seu joelho não deve ultrapassar a linha da ponta do pé.

sin2

3. Altura do guidão
Deixe-o mais alto que o banco. Isso garante uma pedalada confortável.

4. Ajuste do firma-pé
Prenda o tênis na fita, deixando-o firme, e coloque o cadarço para dentro, para não enroscar no pedal.

E aí curtiram o post?? Ficou bem completo e explicadinho. Qualquer dúvida, comentem, perguntem 😉

Obs: É sempre importante lembrar que antes de iniciar qualquer exercício físico, deve-se passar pelo Médico e em seguida procurar um profissional de Educação Física.

MEXAM-SE!

Beijos!